/
/
Projeto Mobilizador Rev@Construction já está em andamento.

Projeto Mobilizador Rev@Construction já está em andamento.

Representantes das entidades parceiras do Mobilizador Rev@Construction assinam documentos
Partilhar Notícia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Foram assinados hoje, dia 26 de Fevereiro, o Contrato de Consórcio e o Termo de Aceitação que marcam o início dos trabalhos do Projeto Mobilizador Digital Construction Revolution – o Rev@Construction, que pretende implementar uma revolução digital no setor AEC.

A digitalização do setor AEC é cada vez mais necessária para fazer face aos desafios de competitividade e produtividade a nível internacional. Por isso, o Rev@Construction centra os seus esforços na Transição Digital com o objetivo de promover o aumento da produtividade, competitividade e crescimento sustentável do setor, desde a conceção, até à construção e à gestão dos ativos, e assim criar as bases para a inovação, atrair novas empresas tecnológicas e fazer emergir novos modelos de negócio. 

Para isso este projeto estabeleceu como principais metas encontrar e fornecer soluções digitais às empresas do setor AEC, envolvendo desde arquitetos e projetistas, até empresas de construção e de gestão de empreendimentos. As suas atividades de I&D estão direcionadas para o desenvolvimento de ferramentas digitais ligadas a aspetos fundamentais do setor, mas também para desenvolver e disponibilizar as bases metodológicas de uniformização, organização e gestão da informação necessários à implementação da metodologia BIM e do Digital Twin em Portugal, aplicados à gestão da construção e gestão de ativos de edifícios e infraestruturas.  

Neste âmbito, o foco está na definição de bases de normalização transversal ao setor, como o estabelecimento da informação técnica da construção, modelos de informação e bibliotecas de objetos BIM e  de uma base de dados nacional de custos, que têm como objetivo a eliminação da barreira existente entre metodologia e ferramentas de modelação e a produção de cadernos de encargos normalizados, conduzindo assim ao aumento da eficácia e da eficiência dos processos de obras e redução dos “custos públicos de contexto”, pela uniformização de práticas e procedimentos ao longo das várias fases do processo construtivo. 

Através destas iniciativas integradoras, transversais e estruturantes, o conjunto de 22 entidades envolvidas neste projeto, desde empresas, como o BUILT CoLAB, a universidades ou institutos de investigação de referência em Portugal, querem mobilizar o setor AEC para a Revolução Digital! 

Este projeto tem um investimento de 8,2 M€ sendo financiado pelo Portugal 2020. 

Na imagem que acompanha esta notícia podemos ver os representantes do BUILT CoLAB, OUZO, INESC TEC, BIMMS, Cluster Mineral Resources, que se deslocaram pessoalmente às instalações do INESC TEC, para formalizarem a assinatura dos documentos necessários. Em virtude da pandemia que enfrentamos, esta formalização foi dividida por diversos momentos, no Porto e em Lisboa, para se minimizar os contactos pessoais.

Para proporcionar uma melhor experiência no nosso website, nós utilizamos cookies. Ao continuar a utilizar o nosso website assumimos que aceita a utilização de cookies.